Wednesday, 12 December 2007

Walking in the Xmas wonderland???Well done me...I want to experience everything...i get closer to God in doing so for i belive that trough me my God learns of the existence...its a symbiotic relantionship...i get to live and God gets to live trough me...superb...
i get me a new one...i know now the why to this intriguing question..."why socks for Xmas"?Thats no present"...
Man alive...what a FULL day...but well worth it also...LONDON is great
video

Saturday, 8 December 2007




I've got to have my own tree...it's beggining to look a lot like Christmas

Friday, 7 December 2007

Should i look for the light at the end of the tunnel?I was just told by a very good and dear friend of mine that i should stear away from it (i was having a bad time due to some food poisining)...never the less...light IS begining to surround me...at the very least...these ones...and you know Xmas has hit the town
video

Monday, 26 November 2007

'A minha tia Laimi
Sao feitas por escuteiros
sao o trigo dos marinheiros
sao o salvo dos bombeiros
sao akelas que me prendem ao mundo
que me liga aos passarinhos
e 'a humanidade que me, se as jogam e me pescam nesses fundos marinhos
e que me acorrentam a toda a igualdade
que e' a vida dos que se afogam por saberem a Sua verdade
a verdade da existencia
que nem tem qualquer segredo
e' um rito de passagem passagem chamando-se vivencia
para que a enfrentemos sem medo
com expectativa nesta proxima viagem
quando ate' Ele caminharmos
e possamos voltar a d'Ele fazer parte
E assim contarmos nossa historia
para engrandecer a Sua gloria
porque saber o ke e' e nao e' ,e' uma arte
E 'e por isso que aki estamos...
Entao ate' ja' minha amiga...
continuo na minha missao
a lembranca guardo-a ,com ternura, no coracao
porque e' mais uma passo do conhecimento

E em breve, juntos,de novo, estamos
Para nosso merecimento

Cordas e Amarras ligam-nos sempre

"Eu sou o principo e o fim
o Alfa e o Omega"

Friday, 23 November 2007


Some people ask me if i could go back...would i do it all over again...well thats not fair is it?Maybe not but to get to the place where i am and being abble to judge me and be content with the outcome for that if i would have chosen a different path, enlightment might of not happen and thus condemned to linger around in a life that would have not knowned answers to pertinent existencional questions, well then maybe then i would not do it all over again or maybe i would...

The point is that i would NOT like to go back in time anymore...

That said...i look at my wonderfull SARA and say...i wouldn't mind being in that age

Wednesday, 21 November 2007




So...i'm off this mornig to the tube station having waking up early enough to get to work and still do some tip for myself...this situation about having more responsabilitie at work has been making me very much a money shy person...of course i got to look at my bible before i leave home so i turn to pag.436 and surprise surprise severe delays both on the Picadilly as on the Northern...so i think...screw it...i'll go to Finsbury and from then the victoria to King's Cross (international???i wish...ahhhh...breakfast in Paris...well...soon enought) then the Circle or the Hammersmith and City to Paddigton, hop on to the Heatrow Express and voila...£6.20 + £7.35 and i'm at work...
Something made go on the Picadilly line though...i scrambled onto the platform go all the way to the last carriage, see a lot of ugly people and sick ones at that, manage to squeaze trough and got myself a seat...then i see it...at first is just a glimpse and then...there it is...it looks like a pocket bible and the men does look like one of then american guys that are around London spreading the Word...but no..it aint...a strange connection ties me to this men..its strong, compeling but still i cannot talk to him...what to do???i wanna say something but don't want to be condescendent...i know that if it was me sometime ago i would resentfully make conversation and just as soon as he would leave i would have said to myself "the nerve of that guy...comparing himself to me...bafon...if you know where i've been...screw you ..."what to do????Holborn station...he's getting off...i got to say something...


and then it came..."FRIEND...have a good day" (a stranger...a complete stranger on the subway...a men for that matter)and he knew what i meant...


Friday, 16 November 2007


what an interesting prospect...
"i need money to age disgracefully"

Friday, 9 November 2007


Xmas is coming...

What can you NOT buy in London???


Tuesday, 6 November 2007


Its not that i have been bad or anything...i just dont seem to understand why can i not the lack of empathie between me and everybody else...i mean...i look at you and i can visualize me living who you are and for some reason it seems there is something fundamentaly dislikeble about me...i would almost say ,that sometimes, your disling of me brings the strenght...NOT

It 's not that i am crying inside or anything...for crying out loud there is not one depressing yiota on my all being...but there is the thing about being loved and hated, at the same time, that once and a while pisses me off.

And the sublime irony of not wanting and over the sudden overtaken by wanting to be wanted feelings...man...this is mean...then again...it might just be winter coming.

Friday, 2 November 2007


Que horas sao???

Parece-me que nada mais consegue parar estes relogios...pingam os segundos e eu daki a dias tou em casa...ufa...adoro Londres mas parece-me ke preciso de ferias...ta quase...tic tac Clarisse!
ke teria sido do meu outro caminho se eu e a Carmo nunca tivessemos acabado???hummm...
Gotta think on this one...will get back to you asap

Wednesday, 31 October 2007

Welcome to Couch End
video
This little treasure of mine is one of the reasons that mine and anybody elses life is worth living...a child( my beautiful pricess Sara) sun and ocean...oh the happiness
video

Friday, 26 October 2007

This is my Godniece

video

Aint it sunny in Madeira Island???
After all these guys are controlling us all...
We are like Jonhs Malcoviches in the hands of these guys...
I ask myself how did this happened?Do you just go out that day minding your own business get to work and Slap...you fight, you see the weirdeness of the complex being and you think..."men i really hate this person"...you then get home and you think "what the deuce"...
I mean...i cant stand dentists, i dont like Goa or India for that matter i hat lack of inteligence just for the sake of it...and even the spaniards are around...
So...how the hell is this happening...its grotesque and still i can't stop tinking about it.
I am being play like a violine

Wednesday, 10 October 2007


What if these doubts are not only doubts but certaintys wiating to happen??

Do i let my ego go ...Am i letting it go???

Am i sure of my path???What about them...is there still a "them"?Damn these questions...i know i'm on the right way...or am i?

Stupid trojan

Tuesday, 25 September 2007

what if that girl that hanged herself was just satisfied with the the life that she had?not herself, mind you but her soul???there was nothing more that she needed...or maybe she wanted to know how was it...i mean, God doesn't get bored...

Wednesday, 19 September 2007

Porque "amor é amor", meu amor."Há coisas que não são para se perceberem. Esta é uma delas.Tenho umacoisa para dizer e não sei como hei-de dizê-la. Muito do que se seguepode ser, por isso, incompreensível. A culpa é minha. O que forincompreensível não é mesmo para se perceber.Não é por falta de clareza. Serei muito claro. Eu próprio percebopouco do que tenho para dizer. Mas tenho de dizê-lo. O que quero éfazer o elogio do amor puro. Parece-me que já ninguém se apaixona deverdade. Já ninguém quer viver um amor impossível. Já ninguém aceitaamar sem uma razão.Hoje as pessoas apaixonam-se por uma questão de prática. Porque dájeito. Porque são colegas e estão ali mesmo ao lado. Porque se dão beme não se chateiam muito. Porque faz sentido. Porque é mais barato, porcausa da casa. Por causa da cama. Por causa das cuecas e das calças edas contas da lavandaria.Hoje em dia as pessoas fazem contratos pré-nupciais, discutem tudo deantemão, fazem planos e é mínima merdinha entram logo em "diálogo". Oamor passou a ser passível de ser combinado. Os amantes tornaram-sesócios. Reúnem-se, discutem problemas, tomam decisões.O amor transformou-se numa variante psico-sócio-bio-ecológica decamaradagem. A paixão, que devia ser desmedida, é na medida dopossível. O amor tornou-se uma questão prática.O resultado é que as pessoas, em vez de se apaixonarem de verdade,ficam "praticamente" apaixonadas.Eu quero fazer o elogio do amor puro, do amor cego, do amor estúpido,do amor doente, do único amor verdadeiro que há, estou farto deconversas, farto de compreensões, farto de conveniências de serviço.Nunca vi namorados tão embrutecidos, tão cobardes e tão comodistascomo os de hoje. Incapazes de um gesto largo, de correr um risco, deum rasgo de ousadia, são uma raça de telefoneiros e capangas decantina, malta do "tá bem, tudo bem", tomadores de bicas, alcançadoresde compromissos, banançides, borra-botas, matadores do romance,romanticidas.Já ninguém se apaixona? Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade semfim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doençaque é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito aomesmo tempo?O amor é uma coisa, a vida é outra.O amor não é para ser uma ajudinha. Não é para ser o alívio, orepouso, o intervalo, a pancadinha nas costas, a pausa que refresca, opronto-socorro da tortuosa estrada da vida, o nosso "dá lá um jeitinhosentimental".Odeio esta mania contemporânea por sopas e descanso. Odeio os novos casalinhos.Para onde quer que se olhe, já não se vê romance, gritaria, maluquice,facada, abraços, flores. O amor fechou a loja. Foi trespassada aopessoal da pantufa e da serenidade.Amor é amor. É essa beleza. É esse perigo.O nosso amor não é para nos compreender, não é para nos ajudar, não épara nos fazer felizes. Tanto pode como não pode. Tanto faz. é umaquestão de azar.O nosso amor não é para nos amar, para nos levar de repente ao céu, atempo ainda de apanhar um bocadinho de inferno aberto. O amor é umacoisa, a vida é outra.A vida às vezes mata o amor. A "vidinha" é uma convivência assassina.O amor puro não é um meio, não é um fim, não é um princípio, não é umdestino. O amor puro é uma condição. Tem tanto a ver com a vida decada um como o clima.O amor não se percebe. Não é para perceber. O amor é um estado de quem se sente.O amor é a nossa alma. É a nossa alma a desatar. A desatar a correratrás do que não sabe, não apanha, não larga, não compreende.O amor é uma verdade. É por isso que a ilusão é necessýria. A ilusão ébonita, não faz mal. Que se invente e minta e sonhe o que quiser.O amor é uma coisa, a vida é outra.A realidade pode matar, o amor é mais bonito que a vida. A vida que selixe. Num momento, num olhar, o coração apanha-se para sempre. Ama-sealguém. Por muito longe, por muito difícil, por muitodesesperadamente. O coração guarda o que se nos escapa das mãos. Edurante o dia e durante a vida, quando não esta lá quem se ama, não éela que nos acompanha - é o nosso amor, o amor que se lhe tem.Não é para perceber. É sinal de amor puro não se perceber, amar e nãose ter, querer e não guardar a esperança, doer sem ficar magoado,viver sozinho, triste, mas mais acompanhado de quem vive feliz.Não se pode ceder. Não se pode resistir.A vida é uma coisa, o amor é outra.A vida dura a Vida inteira, o amor não.Só um mundo de amor pode durar a vida inteira. E valê-la também."Miguel Esteves Cardoso in Expresso

Nunca me eskeco de ti

Tuesday, 18 September 2007